Carrinho de Compras

0 item(s) - R$ 0,00

Você não tem produtos em seu carrinho de compras.

section

FITOGEOGRAFIA DO BRASIL: BASES E CONCEITOS Zoom

FITOGEOGRAFIA DO BRASIL: BASES E CONCEITOS

[+] Calcular o frete para este produto
Disponibilidade: Entrega imediata
R$ 149,00
DESCRIÇÃO DO PRODUTO

FITOGEOGRAFIA DO BRASIL: BASES E CONCEITOS

Desde que os cientistas Alexander von Humboldt e Charles Darwin estabeleceram as bases para o desenvolvimento das ciências naturais (incluindo a geologia, a geografia e a biologia), conhecemos cada vez mais e melhor as entranhas da natureza, as propriedades dos materiais, o funcionamento do organismo humano e de outros seres vivos. O avanço do conhecimento nas ciências naturais observado nos séculos XVIII e XIX se deve a estudos e observações que procuravam compreender os fenômenos sob uma perspectiva sistêmica, a partir da análise integrada de sistemas físicos e biológicos. Entretanto, esse extraordinário conhecimento especializado parece ter nos custado a capacidade de vislumbrar a natureza como um todo. De fato, diferentemente das ciências exatas, na natureza o todo difere da simples soma de suas partes, graças a uma complexa rede de interações dinâmicas. Este é o objetivo da obra Fitogeografia do Brasil – uma atualização de bases e conceitos: caracterizar as inter-relações e o dinamismo desses processos naturais. Frente à complexidade dos temas atuais, num momento de crise climática global, o autor preparou esta obra que, para muitos, poderá até mesmo parecer ingênua. Determinado a resgatar o conhecimento sobre as paisagens botânicas primordiais, sintetizou-o, atualizou-o e formou um novo banco de dados para a interpretação da natureza brasileira. Podemos dizer que o presente livro é um guia para aqueles que, vindos de qualquer área de conhecimento, desejem entender melhor as nossas paisagens naturais. Orlando Graeff demonstra de forma clara e precisa como as diversas fitofisionomias – aspectos da vegetação e da flora típicas de uma região – encontradas no Brasil são o produto de longos processos evolutivos envolvendo inúmeras interações e adaptações. Como se não bastasse esse nível de complexidade científica, o autor aborda também a voracidade exploratória humana, a qual tem promovido intervenções tão profundas nos sistemas naturais que se chegou a atribuir ao período pós-revolução industrial a alcunha de Antropoceno – o mais novo capítulo de nossa História Geológica. Esta bela edição, fartamente ilustrada com mapas, gráficos, fotografias e desenhos – estes, realizados pelo próprio autor ao longo de suas expedições, certamente chamarão a atenção do leitor pela riqueza de detalhes e delicadeza do traço – é, sem dúvida, uma contribuição relevante em múltiplos aspectos: 1) para a análise da Fitogeografia Brasileira contemporânea; 2) para a interpretação dos processos pretéritos que nos deixaram de herança essa enorme diversidade paisagística; 3) ainda para a prospecção de diferentes cenários futuros condicionados pela incapacidade humana de preservá-la. “Iniciando o preparo e a redação deste livro, em meados de 2008, abateu-se sobre mim uma grande aflição, no que dizia respeito às possibilidades de que tudo isso que pude ver, em minhas incontáveis expedições e excursões pelo Brasil, ainda pudesse ser visto pelas gerações futuras. A comparação que fiz despretensiosamente, em 1992, entre os quadros naturais que então divisava e as gravuras do artista alemão J. M. Rugendas, elaboradas na primeira metade do Século XIX, já revelava a conectividade cada dia mais difícil entre as paisagens existentes, há duzentos anos, e seus atuais fragmentos país afora.” Sobre o autor: ORLANDO GRAEFF é Engenheiro Agrônomo, formado em 1982 pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Iniciou seus estudos sobre plantas no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, ainda antes de cursar a Faculdade, em 1974, sob a orientação da Doutora Graziela Maciel Barrroso, mais célebre personagem da Botânica do Brasil. Na década de 1980, migrou para o Mato Grosso, onde assistiu de perto às profundas transformações ocorridas no Cerrado, conjunto de paisagens então ainda pouco conhecidas. No início da década de 2000, presidiu a Sociedade Brasileira de Bromélias-SBBr, entidade que se destacou na conservação e incentivo ao conhecimento das plantas da família Bromeliaceae. Desde os anos 1970, empreendeu incontáveis viagens e expedições pelo Brasil e países limítrofes, acumulando considerável acervo de conhecimentos sobre seus ecossistemas, desde florestas e campos às savanas e caaatingas.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
Editora NAU Editora
ISBN 8581280431
Autor(es) ORLANDO GRAEFF
Edição 1º Edição
Páginas 552 páginas
Ano de Publicação 2015
Acabamento Brochura
Dimensões 27 x 21 x 4 (Altura x Largura x Comprimento)
Peso 1520g